31/01/2011

Inspirações - gray wedding


Dia.
Noite.
Cidade.
Campo.
Informal.
Clássico.
Contemporâneo.
Com branco.
Com preto.
Com rosa.
Com várias cores.
Tendência.

E um mundo de possibilidades no cinza...
Think about this.
Enjoy.




28/01/2011

Ele chegou!

 O pequeno Samuel já chegou, chegou gente!
Que alegria...E o Nats tb está muito fofinho na foto...
 Ai que alegriaaaaa!
foto emprestada da Dani

27/01/2011

snif

Saudades amor.
E a distância só evidencia como é bom dividir a vida
com você. E por isso sinto tanta falta agora.

= [

26/01/2011

Projetos de verão

     
      O verão é a época mais feliz do ano, e muito favorável a projetos, crafts e invencionices. As pessoas estão mais dispostas e cheias de planos para o ano novo, as temperaturas favorecem o manuseio de diferentes materiais, o horário de verão nos dá mais tempo de claridade, pra quem mora em Sampa, a 25 de Março está mais vazia... E precisa mais que isso? Então se anime pra mudar a sua casa ou presentear alguém!

 Painéis de recados e fotos super simples de montar...
 Quadros cobertos com tecidos coloridos e fofinhos...

Prateleiras e armários bem inusitados

Moldurinhas com tecidos - ai que fofas!
Se vc tem algum projeto de verão que já fez ou quer fazer, me manda que eu posto aqui!
Bj amigas

24/01/2011

Ser grato é fundamental.


   O presente é uma forma de dizer que acredita no casal, uma forma de expressar o quanto valoriza a união e deseja que tudo dê certo, que a nova família tenha tudo o que precisa e seja feliz. Os presentes são parte fundamental na organização do casamento e sem eles seria muito difícil encarar o desafio de montar um novo lar, iniciar uma nova vida. Por isso o casal se prepara, gasta tempo organizando suas listas e usando cartões, recados, e-mail, impressões e toda a sorte de formas de comunicação cuidando para que todos saibam da existência delas... Mas infelizmente não se vê o mesmo empenho na hora de agradecer a atenção e o carinho.

   Nem sempre as formas de agradecer entram nos planos, no orçamento da gráfica, nos recados, impressos, e-mails, etc, e não é correto que seja assim. O mesmo empenho que se deve ter para receber, deve-se ter pra ser grato. Agradecendo a noiva demonstra que não valoriza somente o artigo, mas a atitude e principalmente a pessoa que presenteou, reconhecendo a importância disso para o seu casamento e a nova família. E assim como o presente é individual, o agradecimento também deve ser. A gentileza não exige luxo, mas simplicidade e criatividade. Mas, se diante de tantas manifestações lhe faltar inspiração para escrever tantos cartões, essas dicas do The Mornig news podem ajudar:

1. Saudações e cumprimentos
          Querida Tia Maria,
2. Expresse sua gratidão
              Muito obrigado pelos pratos e travessas.
3. Comente o uso e importância do artigo recebido, diga algo agradável sobre o item e como você vai usá-lo. Não precisa florear demais, caso não tenho curtido muito o presente.
            Gostei muito dos modelos e estamos usando em todas as refeições.
4. Cite um evento do passado, mencione algo do futuro
            Que bom que esteve presente em nosso casamento, esperamos uma visita á nossa nova casa – ou – esperamos por você na festa de aniversário...
5. Agradeça. Não é exagero dizer obrigado novamente. Então diga isso.
         Obrigado novamente por seu presente.
6. Atenciosamente
            Amor,
            Ana


O seu cartão de agradecimento pode ser uma foto revelada do casamento, uma foto da lua-de-mel, um cartão postal, uma miniatura do convite, enfim. Tá aí...
 É isso, simples, fundamental e cheio de significado.
 
bjs
 
esse é o nosso cartã feito pelo diboa.net

23/01/2011

O ponto - parte 1

   
   É tão triste ver pessoas que abandonam seus sonhos, são traídas pelo próprio coração enganoso, e as motivações erradas. Eles não conseguem se manter no caminho, mas se dispersam, desanimam, desacreditam de si mesmos. Eu reflito muito sobre isso e me pergunto: Qual a diferença entre a vitória e o fracasso? De que é feito o coração dos que conquistam e dos que não alcançam? Qual a razão da coragem e da determinação/ É fé? É somente confiança? Isso depende de cada uma ou é dom de Deus? O que faz com que cada um seja roubado em seus sonhos mais dignos, vituosos; porque alguns estão dispostos a pagar o preço e outros não? Como multiplicar o talento ao invés de o enterrar, como mudar a própria história e o própriodestino, habilmente reverter situações adversas e desfavoráveis? Como não se submeter ás colheitas dos antepassados, se livrar dos maus frutos e mudar o futuro? Será este um teste da vida para que o interior de cada coração se manifeste? Receberíamos nós sonhos apenas para lutar? O mais importante é o processo ou o resultado? O destino ou o caminho que leva até ele? Em que devemos nos concentrar? A palavra frequentemente manifesta estes valores referindo-se á importância da diligência, da firmeza de propósitos, "ao vencedor", "ao que vencer", "o que for encontrado fiel", "o bom e o mau servo", "o que duvida"... Dúvida... Este é o ponto.

Você pode fazer, mas nem tanto

Durante todos os meses da organização do meu casamento lutei contra o impulso de querer fazer tudo eu mesma. Sou apaixonada por casamentos com estilo faça-você-mesmo e a cada idéia fofa que encontrava era uma luta. É importante se envolver com os detalhes? sim, e isso pode ser muito bom. Você vive e experimenta mais coisas, pode ter mais por menos, aplaca a ansiedade, dá o seu toque pessoal e tal. Mas a noiva não pode pensar assim em todas as coisas que fizer, ainda que seja muito talentosa e goste de fazer atividades manuais, pois, quando chega próximo á cerimônia as atividades podem se perder e o que deveria ser uma atividade prazerosa vira uma verdadeira tortura e mais motivo de stress, enfim.
  Esse pensamento refreou o meu espírito DIY- PAP- How-to- template, mas algumas decepções com fornecedores me fazem hoje pensar que deveria ter matado mais coisas no peito. E a maior decepção foi com o buquê e a decoração meu deus! O Buquê das minhas irmãs que nós mesmas fizemos ficou melhor que o meu. E isso eu vi já no dia. Mas a minha revolta veio novamente á tona quando minha prima Natalie me pediu em dezembro que fizesse um buquê para a e-session dela. Quando fui á floricultura comprar as flores dela, encontrei justamente as rosas qu pedi para o meu buquê - e que não tive. Que raiva! Na hora minha cabeça já começou a ferver... como eu deveria ter feito o meu buquêt...
Mas enfim, agora eu me consolo fazendo pras minhas amigas...


E estas são algumas da fotos da e-session da Natalie e do Eric, com o buquê que eu fiz... madrinha é pra essas coisas...



By Davi Martins

20/01/2011

Wall frames - I got it!

Sempre tive paixão por  molduras e decorações feitas com elas, vazias mesmo. Pra mim é fascinante o diálogo entre as formas e ainda todo o significado cultural que elas trazem. As molduras foram por muito tempo quase mais valorizadas que as pinturas que ornamentavam. Por séculos talhadores dedicaram muita atenção a elas, que depois de esculpidas recebiam tintas feitas de ouro e metais nobres. Quanto maior a moldura e os arabescos que recebía, mais valorizado era o quadro, e sobretudo mais status tinha o seu comprador. Hoje a arte está livre de enquadramentos, os painéis são limpos, abertos, e as molduras perderam sua utilidade original. Hoje elas são pura forma, composição, história. e a parede de molduras comunica isso. A moldura está livre pra ser ela mesma...



A moldura  esteve com agente na e-session e "apareceu" na cerimônia,
obra do carinho do nosso fotógrafo...


          Nestas férias dediquei um bom tempo a este meu antigo projeto: Montar uma parede de molduras na minha casa. E eu consegui, essa parede existe, estou muito feliz! O processo foi muito legal, algumas molduras eu ganhei, outras eu comprei, outras já tinha e transformei. Utilizei materiais novos pra mim, como tecidos de diversos tipos - o que é outra coisa que tem estado bem presente nos meus projetos.
Primeiro organizei as molduras na cama e fotografei num projeto prévio de como ficaria. DEfini quais seriam os detalhes e modificações; quais receberiam tinta ou tecido, que cores teriam e etc. A seguir finalizei as molduras, lixei as que teriam acabamento fosco e envernizei as brilhantes. O secador acelerou o processo já que o dia não estava tão quente.
 Tive que resolver vários dilemas. O primeiro foi fazer com que o Caue entendesse a minha idéia. Não é nada simples para uma pessoa totalmente auditiva - ele -  compreender as idéias de outra totalmente visual - eu. Até os termos pra nós tem significado diferente. Composição, estrutura, tom tem um significado na músiaca e outro totalmente diferente na arte visual. Mas depois que ele viu as inspirações concordou, e depois que estava pronto, gostou mais ainda (ufa!)
Outros dilemas foram a respeito do espaço, se faria na parede verde da sala ou na bege, materiais e cores, mas todas as difíceis escolhas foram acertadas. Gastei cerca de $100,00 e em torno de 12 horas ao todo. E o bom é que este é um projeto aberto, posso continuar modificando, quando achando coisas legais vou acrecentando e tal. Mas já estou apaixonada pela minha parede!


Gostaram? Só não reparem as fotos. Depois eu posto os outros projetos de férias que estou fazendo tá?
Bjs amigos.

= ]

19/01/2011

Nem tudo são flores

Casar. Casar não, estar casada, nos traz a triste constatação de que nem tudo são flores e, á medida em que a tão sonhada cerimônia vai se tornando distante e parte somente dos álbuns, histórias e doces memórias, mais e mais agente vai tomando um banho, não de beleza e glamour, mas de realidade; não mais um dia da noiva, mas vários dias de diarista (hahaha) ... Sabe aquela propaganda que mostra a dona de casa lutando contra a “neura da limpeza”? Sou eu minha gente! Aliás, tenho a teoria que a dona “neura da limpeza” fica esperando cada noiva na porta da casa nova. Tão logo a ilustre felizarda retorne da lua de mel, a neurinha já começa a atuar direto na mente e no coração! Eu sempre fui organizada, sempre gostei de cada coisa em seu lugar, sempre etiquetei pastas e caixas, separei as coisas por cor e tipo, passava horas nas férias me dedicando aos papéis, ás coisinhas pequenas, enfim. Mas nunca imaginei que me perturbaria tanto as responsabilidades da casa e, como toda mulher que trabalha, ter que fazer muita coisa, em pouco tempo e sem nenhuma vontade. Por vezes me vi feito barata tonta de um lado pra outro da casa, sem conseguir fazer o que era preciso. Eu tenho uma limitação, não consigo pensar direito em meio á bagunça, desarmonia, falta de beleza... E ainda tem os acontecimentos que você não pode evitar, são causas naturais, involuntárias, são parte da vida. Mas, adivinhem, eles acontecem bem debaixo do seu teto, do seu sonho de princesa, perto dos seus eletrodomésticos novos, seu enxoval cheirosinho, do tapete macio, na parede colorida que vc mesma pintou... aaaaaaahhhhhh! Entre tantos percalços relacionados á casa, roupa que molha, roupa que não seca, panelas e panelas, comida azeda na geladeira, azeda no armário, pó e mais pó, encanamento ruim e et, uns dos piores que enfrentei esse ano foram:

    Infiltrações e umidade extrema que deixaram tudo, sim pessoal, TUDO verde. E toca correr pra por o guarda-roupa abaixo, encontrar soluções, receitas caseiras, dispositivos que pudesse reverter o processo de bolor que tomava conta até mesmo do nosso próprio corpo! Nem tanto...

   Chuvas descomunais em que a água jorrou pela parede e derrubou (pasmem!) os pregos e os quadros! Foi o maior susto!

    Animais pestilentos que morreram no teto e causaram muito transtorno de toda sorte, e nos obrigou a dedetizar tudo. Foi bom, pq ajudou a tirar um poço das “12” aranhas que faziam ninho nos cantos. As aranhas foram, e vieram outros bichos. Elas estão voltando aos poucos, mas nem vou tirá-las de pronto. Prefiro aranha a piolhos de cobra. Arrrghh! Mal posso reler essa última frase...

Mas as crises com a casa me ajudaram e me fizeram crescer, descobri que o espaço tem um significado pra mim que eu não imaginava e deixei de ser passiva ou simplesmente irritadiça ou estressada, mas comecei a pensar em soluções e novas idéias pra serem realizadas e tal. O saldo foi posistivo afinal! Tive muitas idéias de decoração, produzi muito, nas diversas linguagens... a arte preencheu totalmente os meus dias do último ano. E vieram as bodas no dia 12! Mas isso é assunto pra um outro post!

Enfim, a realidade nem sempre é perfumada, bela e delicada como as flores, mas podemos mudar as circunstancias segundo o nosso coração e nossa visão de mundo. O bom e o ruim são determinados pelo ponto de vista, e como está escrito em Provérbios, como você imagina em sua alma, assim é. A neura da limpeza agora é minha parceira, meu alerta pra seguir cuidando com zelo da minha casinha... Mas sempre com alegria e criatividade.
Sempre.

= ]

09/01/2011

Minha NegaJé

Hoje é niver da pequena.

E nosso desejo é que o Pai conceda os desejos do seu coração
segundo a Sua perfeita vontade, e te dê a paz.
Amo vc nega!
Feliz niver!