08/05/2011

Dia da minha mãe

Dentre todas as aflições, provações, sofrimentos, angústias que vivi e ainda vivo, um espinho na carne ainda tenho, que é o de viver longe dela.
Uma das pessoas mais importantes da minha vida, que não só me gerou fisicamente, mas espiritualmente. Uma das mulheres mais sábias, servas e virtuosas que conheço, um exemplo de superação, de fé em Deus, e de força. Nem em todos os meus dias poderei retribuir a ela tudo o que recebi, nem poderei mensurar o seu valor pra mim, mas descanso o meu coração no Pai das luzes que retribuirá a ela, em vida, toda a sua semeadura. Me resta dedicar o melhor de mim mesma e sobretudo, seguir e ensinar o seu exemplo.
E penso, no profundo do meu interior, que o mundo seria um lugar muito, muito diferente, se mais mulheres fossem iguais a ela.
Parabéns.